UEMASUL sedia o XV Encontro Maranhense dos Estudantes de Letras (EMEL)

No intuito de promover a integração cultural, política e acadêmica entre os estudantes de letras e áreas afins, a Universidade Estadual da Região Tocantina do Maranhão, campus de Imperatriz, sedia de 25 a 28 de fevereiro de 2018, a XV edição do Encontro Maranhense dos Estudantes de Letras (EMEL).  O evento conta com debates, mostras, oficinas, palestras e outras atividades de âmbitos acadêmico e cultural.

Com o tema “Educação, Política e Interculturalidade”, o EMEL tem como objetivo o compartilhamento mútuo de conhecimentos, no campo da língua, literatura e culturas, além de compreender os fatores sociais que compõem a realidade do Estado do Maranhão, a pluralidade de etnias, os contextos socioeconômicos, e a necessidade de adequar o aspecto educacional mediante a relevância de adaptação às divergências culturais.

O estudante do sétimo período do curso de Letras. Licenciatura e Língua Portuguesa, Daniel Teixeira, veio do campus da Uema, cidade de Colinas- MA. Ele ressalta a importância do EMEL para os estudantes da área. “É uma oportunidade que nós acadêmicos temos, de conhecer ainda mais a realidade dos cursos de letras e outras áreas de licenciatura do Estado, além de nos proporcionar conhecimentos técnicos de letras e a troca de experiência entre os estudantes, no campo da língua e cultura”, afirma.

Para uma das coordenadoras do evento, Walquiria Lima da Costa, o EMEL é uma oportunidade que os acadêmicos de letras e outras áreas têm para discutir assuntos relacionados à educação, política e interculturalidade. “A proposta do evento é permitir que os estudantes participem de discussões nas áreas de literatura, historiografia e sociolinguística, além de terem acesso às pesquisas que estão sendo desenvolvidas nos cursos de letras”, finaliza.

Confira a programação completa e outras informações aqui.

EMEL 2018

O Encontro Maranhense dos Estudantes de Letras – EMEL – é a instância máxima deliberativa dos acadêmicos e acadêmicas de letras do Maranhão. É o espaço para promover a integração cultural, política e acadêmica entre os estudantes de letras e áreas afins, reforçando perspectivas culturais e sociais da região com demanda científica aplicada em pesquisas voltadas para o aprimoramento do senso crítico e pesquisador do corpo discente.

A XV edição do EMEL tem como tema “Educação, Política e Interculturalidade”, com o intuito de compreendermos os fatores sociais que compõem a realidade do Estado do Maranhão, a pluralidade de etnias e contextos socioeconômicos e a necessidade de adequar o aspecto educacional mediante a relevância de adaptação às divergências culturais.

O EMEL 2018, por meio de debates, mostras, oficinas, plenárias e outras atividades de cunho acadêmico-cultural, visa o compartilhamento mútuo de conhecimento nos principais campos da nossa língua, literaturas e culturas.

Além de quebrar as barreiras de exclusão social, sejam por portadores de necessidades especiais e neuroatípicos ou devido a preconceitos raciais, de gênero ou sexualidade, bem como construir uma consciência política dentro da universidade, preparar os participantes para o encontro Regional e, também, ter a oportunidade de mostrar ao público a capacidade estrutural da recente UEMASUL.

 

VEJA A PROGRAMAÇÃO COMPLETA E OUTRAS INFORMAÇÕES CLICANDO AQUI E AQUI.

 

 

 

UEMASUL promove encontro de formação e planejamento para professores

Começou hoje (21), e vai até o dia 23, o Encontro de Formação e Planejamento Docente, para os educadores da UEMASUL, organizado pela PROGESA, por meio da Coordenação de Projetos Pedagógicos.

O encontro tem o objetivo de oferecer aos discentes uma formação enriquecida e potencialmente educativa com o envolvimento de todos, integrando e compartilhando saberes.

A programação inclui palestras, mesas redondas, oficinas e atividades de planejamento.

Logo após a abertura, que contou com as presenças da reitora Elizabeth Nunes Fernandes, do vice-reitor Expedito Barroso e das pró-reitoras, foram proferidas duas palestras: O Plano de Desenvolvimento Institucional – PDI: 2017-2018, pelo professor Dr. Francisco de Assis Carvalho de Almada; e O Projeto Político Institucional – PPI, Aspectos Normativos do Ensino de Graduação: Resolução Núcleo Docente Estruturante; Resolução Hora-aula; Resolução Núcleo Comum dos Cursos de Licenciatura, proferida pela Prof. Ma. Regina Célia Costa Lima.

À tarde, serão desenvolvidas as palestras: As ações da Coordenadoria de Ensino e Aprendizagem e os processos de ensino no UEMASUL-SIGAA, pelos professores Juscimar da Silva Araújo e Joaquim Paulo de Júnior; O NAP no contexto da Universidade, proferida pela professora Iara Aparecida Paiva.

Segundo a coordenadora de Projetos Pedagógicos, professora Patrícia Alves Silva, o encontro propõe uma troca de conhecimentos “É fundamental o reconhecimento do espaço universitário como um lugar de reelaborações, produções e práticas coletivas, que oferecem a seus discentes uma formação enriquecida e potencialmente educativa com o envolvimento de todos”.

Para o professor do curso de Gestão Ambiental do campus de Açailândia, Bruno Lucio Meneses,  o evento é uma oportunidade para os professores da UEMASUL,  de aprimorar as  ações em sala de aula. “A proposta do evento é fazer com que os professores conheçam e se especializem nas políticas educacionais de ensino, pesquisa e extensão, que irá desenvolver em 2018, visando melhorar a prática docente, tanto em sala de aula como em campo”, ressalta.

A UEMASUL possui um quadro de 250 professores, e 17 cursos de formação. nos campi de Imperatriz e Açailândia.

ENCONTRO DE FORMAÇÃO E PLANEJAMENTO DOCENTE-UEMASUL 2018.1

OBJETIVO

Dialogar com os docentes, integrar, planejar e partilhar saberes, reconhecendo o espaço universitário como produtivo e de práticas coletivas.

DATA

21 a 23 DE FEVEREIRO / 2018

LOCAL

Auditório da UEMASUL, campus Imperatriz.

 

PROGRAMAÇÃO

21/02

 

8h

-Abertura

 

9h

– O Plano de Desenvolvimento Institucional – PDI: 2017-2018

PALESTRANTE:

Prof. Dr. Francisco de Assis Carvalho de Almada – UEMASUL

 

10h

INTERVALO

 

10:15 às 12h

-O Projeto Político Institucional – PPI;

-Aspectos Normativos do Ensino de Graduação:

-Resolução Núcleo Docente Estruturante;

-Resolução Hora-aula;

-Resolução Núcleo Comum dos Cursos de Licenciatura.

 PALESTRANTE:

Prof. Ma. Regina Célia Costa Lima – UEMASUL

 

 21/02

14:30 às 15:45h

-As ações da Coordenadoria de Ensino e Aprendizagem e os processos de ensino no UEMASUL-SIGAA.

PALESTRANTE:

Prof ª Me. Juscimar da Silva Araújo e Prof. Me. Joaquin Paulo de A. Júnior- UEMASUL

 

15:45h

INTERVALO

 

16: 00 às 17:30h

O NAP no contexto da Universidade

PALESTRANTE:

Profª Ma. Iara Aparecida Paiva – UEMASUL

 

9:00h

MEDIADOR: Prof. Dr. Francisco de Assis Carvalho de Almada.

 A qualidade na Educação Superior: desafios e possibilidades;

 PROFESSORA CONVIDADA:

Profª Drª. Girlene de Jesus Ribeiro – UnB

 

10:00h

INTERVALO

 

10:15 às 11:30h

DEBATE

 

22/02

14:30 às 15:45h

-Normas de Graduação;

-Política de Extensão;

-Programas de Extensão;

-Editora da UEMASUL.

PALESTRANTE:

Prof. Me. Fabrício Nascimento de Moura – UEMASUL

 

15:45h

INTERVALO

16: 00 às 17:30h

-A Política de Permanência e Acesso Estudantil

PALESTRANTE:

Profª Dr. ª Iane Paula Rego Cunha Dias – UEMASUL

 

23/02

9:00h

MEDIADOR: Prof. Dr. Antônio Sousa Alves.

SINAES e ENADE: configuração e possibilidades.

PROFESSORA CONVIDADA:

Prof ª  Dr. ª Girlene de Jesus Ribeiro – UnB

 

10:00 h

INTERVALO

 

 10:15 às 11:30h

DEBATE

 

14:30 às 15:45h

-Avaliação Institucional na UEMASUL;

PALESTRANTE:

Prof. Dr. Antônio Sousa Alves – UEMASUL

 

15:45h

INTERVALO

 

16: 00 às 17:30h

-O Estágio Supervisionado na UEMASUL: Construindo Caminhos;

PALESTRANTE:

Profª Esp. Patrícia Alves Silva – UEMASUL

17:30h

-Encerramento

Profª Convidada:  Profª. Drª. Girlene de Jesus Ribeiro.

 

 

 

 

 

Reitora e vice-reitor da UEMASUL são empossados para o quadriênio 2018-2021

O governador do estado do Maranhão, Flávio Dino, deu posse à reitora e ao vice-reitor da Universidade Estadual da Região Tocantina do Maranhão (UEMASUL), nesta sexta-feira, (02) de fevereiro, em sessão solene do Conselho Universitário. A reitora Elizabeth Nunes Fernandes e o vice-reitor Antonio Expedito Ferreira Barroso de Carvalho começam um mandato de quatro anos.

Depois do período Pro Tempore, a reitora e o vice-reitor estão sendo reconduzidos aos seus respectivos cargos, após receberem mais de 90% dos votos em um referendo realizado nos campi de Imperatriz e Açailândia, envolvendo discentes, docentes e técnico administrativos. A sessão solene do Conselho Universitário, de posse das funções de reitor e vice-reitor, teve as presenças de várias representações políticas, representantes de movimentos sociais, e da comunidade acadêmica.

Os ritos de posse, de aposição das samarras e das borlas, respectivamente à reitora e ao vice-reitor foram momentos de muita emoção, acompanhados atentamente pelos presentes. A samarra é uma vestimenta complementar das vestes doutorais próprias do cerimonial universitário, de uso exclusivo do reitor, na cor branca, simbolizando a reunião de todo o conhecimento. A borla tem o simbolismo idêntico ao da samarra e somente os reitores e doutores podem usá-la. Nas universidades a insígnia complementar das vestes talares é indicativa do poder institucional e temporal inerentes aos cargos. Em seguida a reitora e o vice-reitor fizeram o juramento

A reitora Elizabeth Nunes Fernandes agradeceu o reconhecimento do trabalho durante a gestão pró tempore,  reforçando seu compromisso de trabalhar pelo contínuo avanço da UEMASUL, dentro dos quatro anos do seu mandato. A reitora fez uma pequena explanação dos números de ações que envolveram a universidade dentro dos princípios que a norteiam , que são a pesquisa, o ensino e extensão. “A criação da UEMASUL é reconhecidamente uma referência no meio acadêmico do nosso país, pelo ato arrojado, corajoso e de grande visão do governador Flávio Dino, diante do desmonte da educação brasileira”.

Durante seu pronunciamento, o governador anunciou a implantação do curso de medicina na UEMASUL, um centro de Ciências da Saúde. O projeto para a implantação do centro será enviado à Assembleia do estado para discussão e aprovação.

Após a solenidade de posse da reitora e do vice-reitor, o governador, acompanhado de uma comitiva de professores e acadêmicos, visitou as obras do novo campus da UEMASUL. O prédio, que inicialmente receberá o Centro de Ciências Agrárias, está sendo construído com recursos do BNDES e orçado no valor total de R$ 11.387.273,82.  A conclusão da obra está prevista para o segundo semestre de 2018.

Docentes

A Universidade Estadual da Região Tocantina do Maranhão divulga os editais nº 001/2018, nº 002/2018 e nº 003/2018 de concursos públicos, para o cargo de professor Adjunto de Magistério Superior. O concurso é destinado a selecionar candidatos para o cargo de docentes da UEMASUL, no intuito de atender ao Centro de Ciências Agrárias (CCA), Centro de Ciências Humanas, Sociais e Letras (CCHSL) e o Centro de Ciências Exatas, Naturais e Tecnológicas (CCENT), no campus de Imperatriz. 


A seleção para o cargo de professor terá os seguintes processos: prova escrita de conhecimentos e leitura pública, prova didática, de caráter eliminatório e classificatório e prova de títulos, de caráter classificatório. O programa com dez temas, para uso na prova escrita e na prova didática, será elaborado e aprovado pelo Conselho de Centro.
No primeiro momento, a inscrição é para o cargo de professor adjunto, que acontece do período de 26 de janeiro à 26 de fevereiro de 2018, e a segunda etapa será para o cargo de professor assistente, de 06 de março à 21 de março de 2018.

A inscrição na 2ª etapa, para o cargo de professor assistente, só ocorrerá se não tiver inscrição na 1ª etapa, para o cargo de professor adjunto. O valor da taxa é de R$ 100 e deve ser pago no Banco do Brasil, na conta da UEMASUL.

Os editais completos e os documentos necessários estão no site: http://uemasul.edu.br/baixar.php

Janeiro Branco – Mês da saúde mental

Participe !

Acontece nessa sexta-feira (26) no campus da UEMASUL de Imperatriz, o encontro com profissionais da saúde sobre a importância do cuidado com a saúde mental. O evento é organizado pela divisão de Serviço Social e Médico e contará com a participação da comunidade acadêmica da universidade.

O encontro é alusivo ao “Janeiro Branco”, uma campanha dedicada a sensibilizar as mídias, as instituições sociais públicas e privadas, e os poderes constituídos públicos e privados, em relação à importância de projetos estratégicos, políticas públicas, recursos financeiros, espaços sociais e iniciativas socioculturais empenhadas(os) em valorizar e em atender as demandas individuais e coletivas , direta ou indiretamente, relacionadas aos universos da Saúde Mental.

UEMASUL reabre o Centro de Pesquisa em Arqueologia e História Timbira (CPAHT)

Inaugurado em 10 de agosto de 2015, o Centro de Pesquisa em Arqueologia e História Timbira (CPAHT) é um museu público, vinculado à UEMASUL, mediante o projeto compensatório da empresa Suzano Papel e Celulose, que estava fechado para o público, devido as reformas no prédio. Esta semana o museu reabre para visitações com a exposição: África Penteados Indígenas. A temática da exposição aborda os penteados africanos do Saara, das florestas tropicais do Congo, costas do Atlântico ao Índico, aonde revela as manifestações destes povos, por meio dos cabelos.

O CPAHT é um espaço destinado à pesquisa e preservação da cultura material e imaterial da Região Sul Maranhense. Fruto de estudos e pesquisas, consolidados pelo Núcleo de Estudos Africanos e Indígenas (NEAI) da Universidade Estadual da Região Tocantina do Maranhão, o museu tem o objetivo de incentivar e apoiar a produção e a difusão de conhecimentos nas áreas das Africanidades, Estudos Indígenas, Arqueologia, Educação Patrimonial e Cultura Popular.

A estagiária do CPAHT, Beatriz Cabral, ressalta a importância da reabertura do museu para a UEMASUL e comunidade, explicando sobre a exposição. “Com reabertura do museu, os visitantes podem conhecer, por meio da exposição a cultura dos povos indígenas africanos e como eles manifestam nos penteados os seus modos de vida, além da parte dos materiais arqueológicos e uma apresentação sobre a história da descoberta do maranhão, com os povos Timbiras”, afirma.

De acordo com a arqueóloga e uma das coordenadoras do CPAHT, Danielly Morais, o museu é aberto para a comunidade acadêmica, e para a população. “O museu atende todos os públicos, desde a criança até pessoas na terceira idade. A exposição é autoexplicativa, mas, para quem desejar temos a visita guiada, com os estagiários ou educadores”, ressalta.

O museu fica localizado ao lado do prédio da UEMASUL, e funciona de segunda a sexta-feira, das 8 às 12h e das 14h às 18 horas.  As escolas que tiverem interesse em agendar visitas, podem entrar em contato com as professoras e coordenadoras do museu, Maristane Sousa (99) 99202-6565 e (99) 99192-9292, Danielly Morais (99) 98184-2197 ou pelo email: cpah.timbira@uemasul.edu.br

UEMASUL promove evento para comemorar aniversário do seu primeiro ano de criação

Criada por meio da lei nº 10.525/16, a Universidade Estadual da Região Tocantina do Maranhão (UEMASUL), tem sido destaque no cenário estadual pelo franco desenvolvimento institucional e por estar, passo a passo, cumprindo com as metas estabelecidas pela administração superior. Vários foram os avanços nos últimos 12 meses, tanto na esfera acadêmica como nas áreas administrativas e sociais.

Para comemorar essa trajetória de conquistas e promover uma confraternização entre a comunidade acadêmica da UEMASUL, a reitoria promoveu nesta quinta-feira (18) um café da manhã no campus de Imperatriz e convidou a imprensa local para uma coletiva, pontuando o balanço do último ano. A data foi escolhida por marcar exatamente 1 ano da posse da reitora Elizabeth Nunes Fernandes e do vice-reitor Expedito Barroso, em seus cargos.

Contando com a participação de servidores, professores e acadêmicos dos campi de Imperatriz e Açailândia, o café da manhã teve um gosto especial de emoção e alegria. Ao usar a palavra, a reitora Elizabeth Nunes Fernandes agradeceu a toda a comunidade acadêmica pelo comprometimento durantes esta caminhada e pela dedicação nos momentos-chave da instituição. “Eu não poderia deixar de agradecer ao governador Flávio Dino por ter tornado o sonho da UEMASUL em realidade, assim como não poderia deixar de agradecer a todos vocês pelo trabalho duro no dia a dia da nossa instituição”, declarou a reitora.

Em entrevista à imprensa, o vice-reitor Expedito Barroso destacou os principais avanços da universidade, enfatizando que a UEMASUL é a única instituição de ensino superior do Maranhão a contemplar 10% dos seus alunos com algum tipo de bolsa. “Além das bolsas de pesquisa e extensão, estágios, monitorias, entre outras, criamos também bolsa permanência, algo pioneiro em nosso estado. E tudo isso só é possível graças ao compromisso e investimentos do Governo do Estado na educação, ciência, tecnologia e inovação”, afirmou Expedito Barroso.

RECONDUZIDOS

Após aprovação de mais de 90% dos votos em referendo realizado ano passado, a reitora Elizabeth Nunes Fernandes e o vice-reitor Expedito Barroso serão reconduzidos aos respectivos cargos por mais 4 anos. Na oportunidade a reitora anunciou a data de sua posse para o dia 02 de fevereiro deste ano.

UEMASUL instala brinquedoteca no campus de Imperatriz

A brinquedoteca da Universidade Estadual da Região Tocantina do Maranhão está em processo de construção.  O espaço, dedicado à formação dos professores e acadêmicos, tem o objetivo de estimular o ensino, a pesquisa e a extensão nas áreas da infância e do brincar. A sala está sendo construída no bloco 4, e atenderá todos os alunos e docentes do curso de pedagogia ou áreas especificas da educação.

Para a acadêmica do oitavo período do curso de Pedagogia, Ellen Raquel Furtado, a criação da brinquedoteca representa um avanço para a formação acadêmica dos alunos. “Com a consolidação da brinquedoteca, colocaremos em prática todos os ensinamentos teóricos aprendidos em sala, pois, a brinquedoteca tem a função de realizar atividades diversas, por meio da exploração de jogos, brinquedos, brincadeiras e outros recursos. O espaço permitirá ainda, preparar melhor os alunos de pedagogia para atuarem na área da educação”, ressalta.

O professor e diretor do curso de Pedagogia, Francisco de Assis Almada, revela  que o projeto da brinquedoteca é uma grande conquista para a UEMASUL e para o curso, e explica como funciona o espaço. “A brinquedoteca é um laboratório e um espaço de formação para o curso de Pedagogia.  O ambiente funciona como um local onde os alunos e futuros pedagogos aprendem a sociologia e a linguagem do brinquedo e a importância do brincar para o desenvolvimento integral da criança”, afirma.

Com um sorriso no rosto, a estudante do sexto período de Pedagogia, Julliana Silva fala sobre a conquista da brinquedoteca. “É uma grande vitória para o curso de pedagogia da UEMASUL.  Agora, nós estudantes teremos acesso a um espaço aonde aperfeiçoaremos cada vez mais a nossa prática pedagógica, voltadas para a educação infantil”, conclui.

A construção da brinquedoteca é mais uma conquista deste primeiro ano da UEMASUL.  A entrega do espaço está previsto para o primeiro semestre de 2018, e o curso de Pedagogia ofertará duas disciplinas direcionadas para  a utilização da brinquedoteca: Fundamentos Teóricos e Metodológicos na Educação Infantil e Estágio Supervisionado em Educação Infantil.