Prêmio Fapema 2019

A edição deste ano presta homenagem à pesquisadora Terezinha Rêgo
A Fundação de Amparo à Pesquisa e ao Desenvolvimento Científico e Tecnológico do Maranhão (FAPEMA) está com inscrições abertas para o Prêmio Fapema Terezinha Rêgo 2019. Elas podem ser realizadas, on line, no site da instituição.
Considerada uma das mais importantes premiações científicas do Norte-Nordeste, o Prêmio FAPEMA tem como objetivo valorizar e reconhecer ações inovadoras e relevantes de pesquisadores, inventores e profissionais de comunicação com atuação de destaque no estado.
Podem concorrer estudantes do ensino médio, técnico, graduação, pós-graduação, mestres, doutores, pesquisadores, inventores e profissionais graduados em Comunicação Social. Os ganhadores receberão diploma e troféu oficial do concurso. O Governo do Estado do Maranhão destinou, ainda, recursos da ordem de R$ 200 mil para a premiação em dinheiro, a ser distribuído de acordo com a categoria e modalidade.
Os vencedores do prêmio, em cada categoria, serão conhecidos na cerimônia de premiação, no dia 05 de dezembro, que acontecerá no Teatro Arthur Azevedo, na capital maranhense. Estão previstas 50 premiações atribuídas às categorias Pesquisador Júnior, Jovem Cientista, Dissertação de Mestrado, Tese de Doutorado, Pesquisador Sênior, Jornalismo Científico, Inovação Tecnológica, Popvídeo Ciências e Prêmio Especial FAPEMA.

HOMENAGEM
Em sua 15ª edição, o prêmio homenageia a professora Terezinha de Jesus Almeida Silva Rêgo, da Universidade Federal do Maranhão (UFMA). Farmacêutica e Bioquímica, com doutorado em Botânica pela Universidade de São Paulo (USP), Terezinha Rêgo, aos 85 anos de idade, segue sua dedicação à pesquisa científica, à frente do Herbário Ártico Seabra. “Trata-se do reconhecimento do trabalho pioneiro, iniciado há mais de cinquenta anos, no âmbito da fitoterapia”, afirmou o diretor presidente da Fapema, André Santos.
A pesquisa de Terezinha Rêgo sobre o potencial terapêutico das plantas tem o reconhecimento na China, Índia e Japão. “A minha vida toda foi dedicada à pesquisa”, afirmou a homenageada. “Desde os oito anos de idade que mexo com plantas, quando acompanhava o meu pai em sua horta em Cajapió”, relembra. “Eu fico muito feliz e honrada com essa homenagem”, disse a pesquisadora ao ser informada sobre o prêmio. “A FAPEMA é uma grande lutadora para que a pesquisa possa prosseguir em nosso estado”, ressaltou.
Uma das descobertas mais populares de Terezinha Rego é o chá de cabacinha. Fruto de um trabalho de 20 anos, a pesquisa sobre o princípio ativo da cabacinha foi premiada na China. Hoje, é amplamente utilizado no tratamento da sinusite, rinite alérgica e adenoide. Outras descobertas bem populares são sobre os efeitos positivos da chanana no sistema imunológico e do cravo de defunto na qualidade de vida de pessoas com problemas nas articulações.
Ao longo da vida, a doutora em Botânica já catalogou mais de 500 variedades de plantas que deram origem ao livro “Fitogeografia das plantas medicinais do Maranhão”, que aborda a flora do estado. A partir desse mapeamento, o Governo do Estado, por meio da Secretaria de Saúde, implementou o Programa Farmácia Viva, desde 2016. Em aproximadamente 100 municípios, são realizadas ações de orientação às comunidades no uso de plantas medicinais para a preparação de xaropes e pomadas de forma adequada e implantação de hortas medicinais com foco, principalmente, na prevenção à diabetes e hipertensão.

Atividades de integração marcam volta às aulas do semestre 2019.2

O semestre letivo de 2019.2 da UEMASUL teve início com atividades que promoveram a integração dos novos estudantes ingressantes nos cursos de graduação. A Semana de Integração Acadêmica foi realizada nos dias 12 a 14 de agosto, e a programação contou com apresentações culturais, Aulas Magnas e oficinas. Os novos estudantes dos cursos de Engenharia Florestal e Matemática, (campus Imperatriz) e Engenharia Civil e Letras, Língua Portuguesa e Literatura de Língua Portuguesa (campus Açailândia) foram recepcionados pela gestão superior da UEMASUL e puderam conhecer um pouco mais sobre a universidade.


As atividades aconteceram nos Campi Açailândia e Imperatriz e também foram marcadas por discursos emocionantes de calouros para professores e alunos. O calouro de 18 anos, do curso de Engenharia Civil, Lucas Sousa Costa é natural da cidade de Viana e contou  suas expectativas em relação ao curso. “Vim para cá porque minha mãe morava aqui e tinha o curso de Engenharia Civil. A primeira fase da prova eu tive que me deslocar de Viana para São Luís porque na minha cidade não tem um pólo para fazer a prova. Foi um desgaste me locomover de uma cidade para outra, ainda bem que minha irmã mora lá e pude me hospedar na casa dela. A segunda fase, no período de mais ou menos um mês, me separei, e meus professores ajudaram bastante, principalmente meu professor de Física que disponibilizou o tempo dele para ajudar os alunos. E no mesmo processo, viajei de Viana para São Luís para poder fazer a segunda etapa. Foi uma alegria muito grande para minha família, meu pai, minha mãe. Eu morava com minha avó, ela ficou muito feliz e o que eu espero é, espero finalizar e ser um excelente engenheiro”.

Cursinho Popular da UEMASUL realiza simulado preparatório para o PAES 2020

Na última sexta-feira (9), a Pró-reitoria de Gestão e Sustentabilidade Acadêmica, por meio da Divisão de Acesso e Permanência Estudantil (DAPE) realizou um simulado para participantes do Cursinho Popular da UEMASUL. A prova tem por objetivo preparar os estudantes para o vestibular PAES 2020, com a primeira fase prevista para dia 20 de outubro. O simulado será aplicado mensalmente até a segunda etapa do vestibular, prevista para dia 24 de novembro.

O Cursinho Popular é um programa de extensão da UEMASUL. Criado em 2017, o programa, sem fins lucrativos promove o desenvolvimento de ações inclusivas,  possibilitando o acesso de jovens e adultos em situações de vulnerabilidade social, à educação superior.

Nascido em Caxias do Maranhão, o senhor de 53 anos, Raimundo Nonato Santos Alves tem o sonho de cursar Geografia na UEMASUL, e vê nas atividades realizadas no Cursinho, uma porta para alcançar esse objetivo. “É a primeira vez que eu participo do Cursinho Popular e a gente sempre tem o sonho de chegar ao ensino superior. E graças a Deus fui classificado para fazer o cursinho e estou gostando. Acredito que vou atingir meus objetivos. Tenho muitas esperanças com esse Cursinho, Cursinho não, um grande curso! Só perde quem não participa. É uma oportunidade única e a expectativa que eu tenho de passar é boa. Todos os professores que estão aqui são qualificados, são excelentes e para mim é um sonho chegar ao ensino superior”.

As inscrições para o vestibular PAES 2020 foram prorrogadas e o edital com as novas datas está disponível aqui.

Prorrogado o prazo de inscrição para o PAES 2020

O prazo para inscrição no vestibular PAES 2020 foi prorrogado até o dia 19 de agosto, com pagamento até o dia 20. Devido a um problema apresentado nos últimos dias de inscrição, a organização do vestibular optou por prorrogar os prazos, para que os alunos que enfrentaram problemas possam confirmar sua participação.  A primeira etapa do vestibular acontecerá no dia 20 de outubro, e após o resultado divulgado, os alunos classificados irão participar da segunda etapa no dia 24 de novembro.

O processo seletivo abrange os cursos oferecidos pela Universidade Estadual da Região Tocantina do Maranhão (UEMASUL) e da Universidade Estadual do Maranhão (UEMA). A grande novidade do PAES esse ano é o curso de medicina, que será ofertado pela UEMASUL a partir do segundo semestre de 2020, no Campus Imperatriz.

O PAES 2020 também irá contemplar os cursos do recém-criado Campus da UEMASUL na cidade de Estreito – Maranhão.  Os cursos ofertados serão: Letras Português, Engenharia Agronômica e Ciências Naturais com habilitação em Física e Matemática. Já no Campus Açailândia, além dos cursos já oferecidos, o curso de pedagogia também fará parte da grade da universidade.

Página Inicial

Mapeamento do Cenário Acadêmico de Inovação do Maranhão

O Governo do Maranhão, por meio da Secretaria de Estado da Ciência, Tecnologia e Inovação (SECTI), realizará a partir do dia 31 de julho até o dia 13 de agosto um Mapeamento do Cenário Acadêmico de Inovação, com o objetivo de fundamentar o planejamento do uso de recursos financeiros públicos e privados no âmbito das ações do Programa Inova Maranhão.

Para a realização do mapeamento será aplicado um formulário, junto às Instituições de Ensino Superior, para a identificação de potenciais produtos advindos de pesquisas acadêmicas.

O questionário é direcionado à professores pesquisadores e está disponível no site da Secti: http://www.secti.ma.gov.br

UEMASUL realiza visitas em escolas para tirar dúvidas sobre o vestibular PAES 2020

Uma equipe da Pró-reitoria de Gestão e Sustentabilidade Acadêmica da Universidade Estadual da Região Tocantina do Maranhão está realizando visitas às escolas de ensino Médio de Imperatriz, para tirar dúvidas e reforçar o cronograma do vestibular PAES 2020, e também para apresentar os cursos oferecidos pela instituição. As visitas iniciaram no dia 18 de julho e vão até a próxima quinta-feira (08).

A novidade desta edição do PAES é o curso de Medicina que contará com 40 vagas para ingresso no segundo semestre de 2020, integrando as mais de 900 vagas disponibilizadas para os campi da UEMASUL, nas cidades de Imperatriz, Açailândia e Estreito. 

A estudante do terceiro ano da escola Graça Aranha, Karen Vitória Ferraes Melo, fez a inscrição para o curso de Medicina e está muito animada para o dia da prova. “A minha expectativa está muito alta porque ano passado eu fiz o vestibular para Medicina Veterinária como teste e passei, mas ainda estava no segundo ano. Esse ano fiz a inscrição para Medicina e acho que vai dar certo. Mesmo eu não conseguindo a isenção esse ano, ela é muito importante porque dá a oportunidade para muitas pessoas que não conseguem pagar ou tem dificuldade. A universidade é importante porque atrai pessoas daqui do Maranhão, da própria região de Imperatriz para fazer Medicina aqui. A gente traz um curso que é de alto nível, de muita importância para que as pessoas dessa região tenham mais oportunidades e para que possam ingressar no mercado de trabalho local, na região sul do estado”. 

As inscrições para o vestibular encerram dia 09 de agosto e o prazo final para efetuar o pagamento vai até de 12 de agosto. A aplicação das provas para a primeira fase do vestibular está marcada para dia 20 de outubro e, logo após o resultado, a segunda fase acontece no dia 24 de novembro. 

Para mais informações e cronograma do vestibular PAES 2020, acesse aqui.

Trabalho acadêmico da UEMASUL é premiado na SBPC

Participando pela primeira vez da Reunião Anual da Sociedade Brasileira para o Progresso da Ciência (SBPC), a UEMASUL teve participação marcante, levando uma delegação com 26 participantes, entre professores e alunos, somando 16 trabalhos apresentados. 

O professor do Centro de Ciências Exatas, Naturais e Tecnológicas (CCENT), Zilmar Timóteo Soares, foi convidado pelo Ministério da Ciência, Tecnologia, Inovações e Comunicações (MCTIC) para apresentar o trabalho “Análise in vitro dos efeitos farmacogenômico do astrocaryum vulgare em células neurotransmissoras da aprendizagem”, por ser um modelo de pesquisa e extensão voltado para alunos que têm déficit de aprendizagem. “A gente utiliza o extrato do tucum em forma de alimento, para que esses alunos possam utilizar e melhorar a conexão das células neurotransmissoras. Ele é rico em vitamina A, antioxidantes, vitaminas B1, B2, B3, que é rica em acetilcolina que a gente utiliza na pesquisa”, explicou o professor.

O trabalho vem sendo realizado desde 2016 e já foi apresentado em diversos eventos nacionais de ciência e de iniciação científica. “Para nossa surpresa, nós ficamos em primeiro lugar na categoria Ciências da Saúde, na Mostra Nacional das Feiras de Ciências, onde tínhamos diferentes trabalhos de todos os estados brasileiros sendo apresentados”. 

O professor Zilmar Timóteo recebeu os prêmios de Professor Destaque da Federação e Menção Honrosa pela Fundação Liberato e FETEC-MS. “É um trabalho que nós vamos continuar desenvolvendo no laboratório de Saúde e Biologia geral da UEMASUL, e a gente pretende melhorar. Por enquanto, não estamos fazendo testes in vitro, mas o nosso propósito é melhorar com a aprovação no Comitê de Ética para que possamos ter essa oportunidade. Foi uma participação brilhante, representamos bem o estado do Maranhão e a UEMASUL. Para nós foi um privilégio termos sido escolhidos”, finalizou.

O MCTIC assumiu todas as despesas de passagens aéreas e hospedagem para o professor orientador, e para o estudante de Ciências Biológicas, Brunno Gustavo, como representante discente e orientando. “A premiação para a pesquisa é de extrema importância, porque todo trabalho que nós tivemos de pesquisa, de ir atrás da literatura e fazer as análises físico-químicas no fruto, colher o fruto, tudo isso mostra que nosso esforço valeu a pena. É muito bom porque mostra que a nossa universidade desenvolve atividades científicas e mostra que, embora nós sejamos uma universidade nova, já estamos fazendo grandes avanços em nossos laboratórios”, afirmou Brunno.

A 71ª edição do maior evento científico da América Latina aconteceu entre os dias 21 a 27 de julho, na Universidade Federal de Mato Grosso do Sul – UFMS, em Campo Grande-MS, e os números impressionam: foram sete dias de evento, 180 conferências, mesas-redondas, encontros e palestras, mais de 40 atrações culturais, 600 pôsteres e um público que ultrapassou 30 mil pessoas.

Matrículas de Disciplinas Isoladas

Começa hoje (29), e vai até o dia 31/07/2019, a matrícula de estudantes em disciplinas isoladas, para o segundo semestre de 2019.

As matrículas dos estudantes de disciplina isolada ocorrerão nos locais:
a) Campus Imperatriz – Na secretaria Acadêmica, das 13h às 17 h.
b) Campus Açailândia – Na secretaria do Campus, das 14h às 18 h.

Mais informações no edital.

SBPC 2019 – UEMASUL tem participação marcante em stand do Maranhão

O maior evento de ciência da América Latina, a reunião anual da Sociedade Brasileira para o Progresso da Ciência (SBPC) teve a abertura da sua 71ª edição, no último dia 21, em Campo Grande (MS). O evento reúne cerca de 10 mil pessoas, entre estudantes, professores, representantes de sociedades científicas, autoridades e gestores do sistema nacional de ciência e tecnologia do País.

Os acadêmicos (as) e professores de todos os Centros de Ciências da UEMASUL, participam apresentando 15 trabalhos, contemplando todas as áreas de conhecimento científico. A estudante do curso de História, do campus Imperatriz, Iasmin Andrade é uma dos 26 estudantes da delegação que participa do evento, e destaca a importância para a sua formação acadêmica. “O SBPC proporciona um contato com pesquisadores de todas as áreas de conhecimento, possibilitando essa interdisciplinaridade que nos ajuda a ampliar a abrangência das nossas pesquisas. É uma grande oportunidade para o acadêmico mostrar para a comunidade a sua pesquisa, e a partir das avaliações, incrementar o seu trabalho”.

Participando pela primeira vez, a UEMASUL integra a comitiva do Maranhão junto a FAPEMA, IEMA, UEMA e SECTI. Nesta segunda-feira (22), o stand da rede de ciência, tecnologia e inovação do estado recebeu os primeiros visitantes com a abertura do SPOT&C, uma área que reúne centenas de expositores, como universidades, institutos de pesquisa, agências de fomento, entidades governamentais, setor empresarial e outras organizações interessadas em apresentar novas tecnologias, produtos e serviços.

“Somos a mais nova universidade pública do Brasil e precisamos garantir que nossa instituição tenha a visibilidade necessária para viabilizar parcerias, ações de cooperação e convênios”, afirmou a reitora da UEMASUL, Elizabeth Nunes Fernandes.

Visitaram o stand o secretário executivo do Ministério da Ciência, Tecnologia, Inovações e Comunicações (MCTIC), Julio Semeghini, o secretário de educação superior Arnaldo Barbosa de Lima Júnior, representando o ministro da Educação; o presidente da SBPC, Ildeu de Castro Moreira; o presidente do CNPq, João Luiz Filgueiras de Azevedo e outros representantes de instituições e empresas.