Campus Açailândia realiza seminário sobre Direitos Humanos

Como parte das atividades da Semana da Consciência Negra, de 18 a 22 de novembro aconteceu no campus Açailândia, a primeira edição do “Seminário de Pesquisa em Relações Étnico-Raciais e Direitos Humanos”. O evento foi organizado por acadêmicos e professores do curso de Letras.

A programação abordou os significados e implicações das relações étnicas e dos Direitos Humanos na sociedade contemporânea, resgatando o passado por meio de palestras, mesas-redondas, minicursos e apresentações culturais:  sarau, declamação de poesias feitas pelos alunos e a capoeira do grupo Voando Alto Associação Cultural.

O professor Fausto Ricardo Sousa, um dos idealizadores do evento, explicou sobre a importância dos temas abordados. “Trazer para a universidade, como para qualquer outra instituição, é importante porque nós não estamos tentando fazer com que o negro seja mais visto do que qualquer outro indivíduo, mas, que a sociedade tenha esse entendimento de que o negro é belo, tem identidade, tem seu padrão que foge ao padrão europeu que é o padrão que construiu nossa sociedade”.

O encerramento do seminário contou com um desfile valorizando a beleza negra e uma oficina de turbantes, ministrada por Suzana Rossi, acadêmica de Sociologia da Universidade Federal do Maranhão (UFMA) de Imperatriz. “Quando se fala sobre a questão estética do turbante já está se referindo a uma questão que embeleza, e também a um empoderar do homem e da mulher. Não apenas os negros se utilizam do turbante, outras sociedades usaram.  É importante ainda as pessoas terem consciência e valorizarem a cultura afro. Utilizar o turbante é uma forma de respeito por essa cultura”, firmou Suzana.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *