I Seminário dos Gestores Públicos Municipais do Maranhão é realizado na UEMASUL

A Universidade Estadual da Região Tocantina do Maranhão (UEMASUL) sedia durante esta terça-feira (10), o I Seminário dos Gestores Públicos Municipais do Maranhão, organizado pelo Ministério Público do Maranhão, em conjunto com a Fundação Sousândrade. O evento oferece palestras e oficinas voltadas aos gestores municipais da Região Tocantina, prefeitos, vereadores, secretários entre outros cargos administrativos.

O seminário foi pensado para os gestores de 21 municípios da região, com o intuito de capacitar esses agentes públicos em torno de temas dos mais diversos segmentos, como licitações, contratos administrativos, transparência pública, política de educação, saúde, entre outros. “Nosso intuito é capacitar e garantir mais eficiência na implementação dessas politicas, para que a gestão dos recursos públicos seja feita de forma mais eficiente”, afirma a Promotora de Justiça, Nahyma Ribeiro Abas.

“Não há um espaço mais adequado pra gente pensar essas temáticas, na medida em que é um espaço de construção de conhecimento, unir instituições de controle interno, Ministério Público, Controladoria Geral da União, Tribunal de Contas, UEMASUL, Fundação Sousândrade, e administrações públicas municipais para pensar essas temáticas de gestão. É de fato pensar numa nova forma de construir a gestão municipal”,  reitera a Promotora.

Evangelina Maria Martins Noronha, diretora-presidente da Fundação Sousândrade, ressalta a importância da universidade e a suas contribuições para os municípios da região. “A UEMASUL é a nossa grande parceira. Ela exerce uma função de esteio, de eixo norteador, para que as mudanças aconteçam. Esse é o papel da universidade, ela significa universos, na hora de trabalhar essa região, ela vai trabalhar não só Imperatriz, mas todo o Estado do Maranhão, então é muito importante que ela esteja presente no sentido de participação, de envolvimento.”

“Sediando este evento estamos reforçando nosso papel de aglutinar e articular ações, iniciativas e políticas públicas que promovam o desenvolvimento social de nossa região. A UEMASUL se coloca a disposição para firmar outras parcerias como essa”, afirmou a reitora da UEMASUL, Elizabeth Nunes Fernandes.

UEMASUL forma 207 novos profissionais em última temporada de colação de grau de 2019

A temporada de Outorga de Grau de 2019 da UEMASUL foi finalizada com a cerimônia de colação para 76 formandos dos cursos do Centro de Ciências Humanas Sociais e Letras: Administração bacharelado, e das licenciaturas Geografia, História, Letras Língua Portuguesa, Língua Inglesa e Literaturas,  e Pedagogia.

A cerimônia de Outorga contou com uma homenagem in memoriam à professora Iolanda Eulina de Souza Cortez, com a presença de suas duas filhas. “A professora Iolanda faz parte da história da educação superior de Imperatriz e de toda a região. Quando soubemos que uma das turmas levava o seu nome, decidimos por ampliar a homenagem com as lindas palavras da professora Ilma Maria de Oliveira”, afirmou a reitora Elizabeth Nunes Fernandes.

O recém-graduado em História, Ernani Borges Ferreira falou da sua emoção ao concluir a segunda graduação. O senhor Ernani vai completar 83 anos e se destaca como exemplo de perseverança e dedicação. “Estou muito feliz por mais essa conquista. Todo mundo tem uma missão, e se a minha missão é servir de exemplo para os jovens, eu sinto que já estou cumprindo”.

Em seu pronunciamento, a reitora da UEMASUL, Elizabeth Nunes Fernandes, reforçou o compromisso da universidade na formação não só de profissionais, mas, de cidadãos e cidadãs conscientes de sua função social. “Estamos colocando no mercado 207 profissionais no total das três solenidades de Outorga, dos campi Imperatriz e Açailândia. É um momento muito especial para cada um de nós, para cada novo profissional e para cada família”.

A primeira cerimônia, com 54 formandos contemplou os cursos do Centro de Ciências Agrárias: Engenharia Agronômica, Engenharia Florestal e Medicina Veterinária, e cursos do Centro de Ciências Exatas, Naturais e Tecnológicas: Ciências Biológicas, Ciências com Habilitação em Matemática, Matemática e Química (campus Imperatriz). No Centro de Ciências Humanas, Sociais, Tecnológicas e Letras, (campus Açailândia), 86 formandos receberam o grau nos cursos de Administração, Letras, Língua Portuguesa e Literaturas de Língua Portuguesa e Tecnologia de Gestão Ambiental.

 

Edital de Transferência Interna e Externa oferta 230 vagas na UEMASUL

A Universidade Estadual da Região Tocantina do Maranhão prorrogou a data do edital para Transferência interna e externa para cursos nos campi Imperatriz e Açailândia. As vagas ofertadas são para o primeiro semestre de 2020, sendo oferecidas para transferência facultativa e para portador de diploma de curso superior de graduação (matrícula de graduado).

O período de inscrição vai até o dia 13 de setembro. No campus Imperatriz as inscrições são feitas no Protocolo Geral, de 9 às 12h e das 14 às 18h. No campus Açailândia serão realizadas na secretaria Acadêmica, das 14 às 20h. As inscrições deverão ser efetuadas somente no campus no qual o candidato deseja concorrer à vaga.

No campus Açailândia são sete vagas  para transferência interna, seis para transferência externa e quatro para graduados. No campus Imperatriz são  74 vagas para transferência interna, 80 para transferência externa e 59 vagas para graduados.

A acadêmica de enfermagem da Universidade Federal do Maranhão (UFMA), Patrícia Kelly, deseja ser  transferida para a UEMASUL, e conta que o incentivo aos alunos se tornou um atrativo para sua tentativa de transferência. “Acho o incentivo à pesquisas que a instituição faz excelente, fora que a UEMASUL tem melhorado significativamente ao longo dos anos , e os alunos só tem a ganhar. Ela se tornou referência tanto em estrutura quanto em incentivo à pesquisa.”

Antes de efetuar a inscrição, o candidato deverá ler o edital e certificar-se de que preenche todos os requisitos exigidos. “Este processo seletivo é uma grande oportunidade para os estudantes que querem trocar de curso e/ou de instituição, sem precisar fazer um novo vestibular. É uma situação comum nas universidades e aguardada com expectativa pelos acadêmicos”, informou a Pró-Reitora de Gestão e Sustentabilidade Acadêmica, Professora Regina Célia Costa Lima.

A divulgação dos locais de prova será feita no dia 13 de setembro, e a prova será realizada no dia 03 de outubro. A divulgação do resultado final do processo seletivo está prevista para o dia 28 de outubro.

Para mais informações sobre a transferência, confira o edital 021 /2019 clicando aqui.

I Semana de Estudos Biológicos acontece na UEMASUL

A I Semana de Estudos Biológicos da UEMASUL tem o objetivo principal de difundir  conhecimentos em várias áreas da biologia e afins, por meio de quatro eventos que ocorrerão sequencialmente até o dia 6 de setembro:  VII Simpósio de Biologia e Encontro de Biólogos da Região Tocantina, I Semana de Biologia Interdisciplinar, II Seminário de Botânica e IV Seminário de Saúde Pública.

Tendo como público os estudantes de biologia, a programação foi desenvolvida por meio de palestras, minicursos, mesas-redondas, apresentação de trabalhos e exposições.

O diretor do curso de Ciências Biológicas professor Zilmar Timóteo Soares falou sobre programação da semana, que homenageia o dia do Biólogo, comemorado no dia 3 de setembro, com diferentes atividades. “As atividades são elaboradas para que o aluno sinta o papel do Biólogo, seja ele licenciado ou bacharelado, para que conheça as leis que regulamentam a profissão. Todos os professores e acadêmicos estão bem envolvidos na programação. Os alunos que estão saindo da instituição têm a oportunidade de mostrar seus trabalhos para aqueles que estão chegando, e aprendendo o papel do biólogo na sociedade e no aspecto ambiental”.

Para o acadêmico do 4° período de Ciências Biológicas, Felipe Saraiva Nascimento, monitor da exposição de alguns espécimes de vertebrados e invertebrados como aranhas e moluscos, montada no pátio da universidade, a semana de Estudos Biológicos motiva os acadêmicos. “Muitas vezes a amostra desmistifica muita coisa. À medida que vamos trabalhando com os espécimes podemos passar os conhecimentos que aprendemos em laboratórios e salas de aula. A semana dá uma motivação, nos dá a oportunidade de trabalhar em uma área onde nos sentimos à vontade. O aluno vai se interessando por pesquisar assuntos, que podem virar artigos, e isso é muito bacana”.

Monitora da exposição de chás feitas com plantas medicinais, a acadêmica do 4º período Ana Vera Tourinho, falou sobre a importância de mostrar os trabalhos desenvolvidos em laboratórios. “Nossos laboratórios têm muitos projetos, muito material de estudo, e a maioria dos outros cursos desconhece isso. Essa exposição foi bem relevante porque mostrou um pouco dos nossos trabalhos. É importante para o nosso curso, e para todos nós acadêmicos que tivemos a oportunidade de mostrar e de falar. Isso acrescenta muito pra nós e acredito que para os visitantes também.

A programação continua até sexta-feira (dia 6), e encerra com apresentação de trabalhos na parte da manhã e entrega das premiações à tarde. O evento é promovido pelo Centro de Ciências Exatas, Naturais e Tecnológicas e pelo Centro Acadêmico de Biologia da UEMASUL.