NOTA PÚBLICA

A Universidade Estadual da Região Tocantina do Maranhão vem a público esclarecer que jamais transigirá qualquer tipo de manifestação preconceituosa ou racista.
Cientes do acontecimento, onde uma estudante teria cometido um ato racista contra um professor, foi formalizado no Centro de Ciência Humanas, Sociais e Letras (CCHSL) no qual ambos são vinculados, um processo disciplinar, amparado pelas normas de graduação da instituição, que versa sobre regime disciplinar para o corpo discente.
Reforçamos que UEMASUL deve ser um espaço de convívio saudável, nunca de discriminação, preconceito ou qualquer outro tipo de opressão. Várias são as iniciativas institucionais que debatem questões relacionadas à identidade afro-brasileira, à diversidade e aos direitos humanos, e que serão intensificadas mediante a esse e outros casos que atentem ao ambiente democrático, respeitoso e coletivo da universidade.
Nesse sentido, nos juntamos às diversas manifestações por parte da comunidade acadêmica e sociedade civil organizada de desagravo a atos de racismo e nos solidarizamos com todas as pessoas que ainda são vítimas das mais diversas formas de opressão.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *