UEMASUL chega a Estreito

A gestão superior da UEMASUL recebeu na última sexta-feira(10), o novo campus da universidade, no município de Estreito. A doação do prédio foi uma iniciativa da prefeitura municipal, e a solenidade de entrega foi acompanhada por estudantes e suas famílias, que foram prestigiar o momento histórico na educação do Estado.

A atual estrutura com 15 salas de aula com área de 70 m² e capacidade de 55 alunos cada, miniauditório com área de 178 m² e capacidade para 250 alunos. Só a área do bloco de ensino, onde ficarão as salas de aula, soma uma área de 1.820 m². “O prédio passará por pequenas adequações para receber os laboratórios específicos de cada curso, de acordo com o planejamento que elaboramos para a implantação da UEMASUL em Estreito”, explicou a Pró-reitora de Planejamento e Administração da UEMASUL, professora Sheila Elke Araújo.

O campus Estreito tem previsão para iniciar as atividades acadêmicas no início de 2020, com o os cursos de Letras Português, Engenharia Agronômica e Ciências Naturais com habilitação em Física e Matemática. “Já licitamos todo o mobiliário e equipamentos para o pleno funcionamento do campus. Nossas equipes de segurança e limpeza já estão presentes no prédio e, em breve divulgaremos a data de inauguração”, afirmou a professora Elizabeth Nunes Fernandes, que informou: “Ainda este vamos oferecer cursos de extensão e realizar atividades em conjunto com outros entes públicos”.

O vice-governador Carlos Brandão representou o governador Flávio Dino na solenidade e falou dos investimentos em educação. “A prefeitura entrega um prédio belíssimo no valor de R$ 6 milhões, e o Governo do Estado assume todas as despesas. Num momento em que, no Brasil, estão cortando verbas públicas, nós estamos ampliando. Um exemplo para mostrar que a educação é a única maneira das pessoas progredirem na vida”, comentou.

O prefeito Cícero Neco falou das comemorações do aniversário da cidade, e da importância da universidade para a região. “Sonhamos juntos esse projeto que hoje entregamos para o Governo do Estado. Estamos também comemorando poder ver os filhos de Estreito, que antes não tinham oportunidade de cursar um curso superior e agora poderão”, comentou.

A estudante Júlia Andressa Pereira, falou de suas expectativas em relação a implantação da universidade em Estreito. “Nós, de todas as escolas municipais, estaduais e particulares sempre ficamos apreensivos quando terminamos o ensino médio, porque aqui no nosso município não existia nenhuma faculdade, e muitos não tem condições de irem pra outras cidades para cursar a tão sonhada universidade. A UEMASUL é a realização de um sonho para todos nós, pois ela abre portas”.

com colaboração SECAP

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *