UEMASUL abre as inscrições para o Programa Bolsa Permanência

A Assistência Estudantil é uma bandeira histórica do movimento estudantil e de outros movimentos da educação, e tem como objetivo democratizar o acesso e a permanência no ensino superior. Nesse contexto, a Universidade Estadual da Região Tocantina do Maranhão criou em 2017 o Programa Bolsa Permanência, com o intuito de fornecer um auxílio financeiro para alunos da UEMASUL que são classificados em estado de vulnerabilidade socioeconômica e que residam em outro município ou na zona rural do município onde faz o curso de graduação .

As inscrições acontecem entre os dias 25 de março e 10 de abril de 2019. Serão ofertadas 70 Bolsas Permanência, sendo 60 universais (não cotista), e 10 para indígenas e quilombolas. No campus Imperatriz, as inscrições podem ser feitas na Pró-Reitoria de Gestão e Sustentabilidade Acadêmica (PROGESA), e no campus Açailândia, na Secretaria Acadêmica.

Hellen Giovanna Pereira, estudante de Geografia, indígena e bolsista há mais de um ano, conta que sem o auxílio, sua continuidade na universidade estaria comprometida. “Sou dependente 100% da bolsa para que eu possa dar continuidade ao meu curso. Com ela pago todas as minhas despesas incluindo aluguel e alimentação, e, ao saber que a UEMASUL possuía esse programa, fiz o vestibular pois vi que com esse auxilio eu conseguiria morar em outra cidade pra estudar”.

“A partir da bolsa eu consigo pagar aluguel aqui na cidade, e melhorou minha alimentação, meu transporte. A bolsa não traz só auxílio financeiro, mas a atividade que você faz na instituição, essa mescla de setores é um ganho grande porque a gente pode ter um conhecimento maior de como funciona a universidade”. Reitera Mário Silva de Lucena, estudante de Engenharia Civil em Açailândia.

“Antes eu morava em Governador Edison Lobão, tinha que me deslocar todo dia e precisava trabalhar no período em que não estava estudando, o que me atrapalhava. Fiquei sabendo do programa de bolsas pela minha tutora, pois eu não tinha um bom desempenho acadêmico por muitos fatores, como a distancia entre a minha casa e a universidade, e a questão financeira. Ter participado do programa contribuiu para que eu pudesse estar aqui todos os dias, participar do movimento estudantil, e melhorou muito minha produtividade acadêmica.” conta Bruna de Sousa Lima, estudante do 5º período de Licenciatura em Ciências Biológicas.

“A bolsa, para mim, é um incentivo para continuar estudando. Não é fácil você sair da sua casa, de perto dos seus pais, para estudar fora e passar tanto tempo sem estar junto deles. A questão financeira também implica muito, e a bolsa facilita que eu possa estar aqui”, afirma Sara Steffany Claudino Leite, natural de Lago do Junco, que veio para Imperatriz cursar Engenharia Agronômica.

A Bolsa Permanência tem duração de seis meses, podendo ser renovado sucessivamente. Para se inscrever, é necessário apresentar os formulários preenchidos, cópia do RG e do CPF, histórico escolar do ensino médio, comprovando que cursou em escola pública ou em regime de bolsa na rede privada, conta de energia elétrica com tarifa social e consumo de até 120kw dos últimos três meses, comprovante de matrícula em curso da UEMASUL e comprovante de renda familiar mensal.

Raquel Milhomem, natural de Porto Franco, faz parte do Programa de Bolsa Permanência desde 2018. Ela cursa o 3º período de Engenharia Agronômica e fala sobre o processo seletivo. “É um processo simples, se você se encaixa nos requisitos necessários. Quando consegui a bolsa, boa parte das minhas preocupações foram embora, pois estava sendo difícil me manter aqui em Imperatriz. Vou me inscrever no seletivo novamente, sair do programa seria muito ruim, já que ele me possibilita fazer minhas atividades de estudante.”

Para mais informações, confira o edital completo no link:

 

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *