Câmara de Vereadores de Estreito aprova doação de prédio à UEMASUL

A história da implantação da Universidade Estadual da Região Tocantina do Maranhão na cidade de Estreito é feita de alguns capítulos. Das primeiras reuniões do prefeito Cícero Neco com o Deputado Marco Aurélio e com o governador Flávio Dino, passando pela audiência pública realiza ainda em 2017, já com a presença da gestão superior da UEMASUL, muitos foram os momentos de articulação, planejamento e debates, até a conclusão de mais um importante capítulo.

Construído com recursos próprios, somando o montante de aproximadamente  6 milhões de reais, o prédio seria destinado à criação de uma Faculdade Municipal. Porém, muitos foram os entraves para a realização do sonho do ensino superior público e gratuito na cidade nesses moldes. O prefeito buscou parcerias com outras universidades, mas, sem sucesso. “Recebi o telefonema do governador pedindo para avaliar a expansão da UEMASUL em médio prazo para um novo campus em Estreito, levando em consideração a possibilidade de receber um prédio já construído”, contou a reitora Elizabeth Nunes Fernandes. “Após uma série de estudos e de conhecer a estrutura em questão, chegamos à conclusão que era viável, mediante a doação do prédio, a implantação de um novo campus da UEMASUL na cidade”, completou a reitora

Na manhã desta segunda-feira (25), em sessão ordinária na Câmara Municipal de Estreito, foi votado e aprovado o Projeto de Lei que autoriza a doação para a UEMASUL do prédio onde funcionará o campus de Estreito. “Esta é a obra mais importante da história de nossa cidade. O asfalto, com o tempo se desfaz, mas, os impactos da educação na vida das pessoas passa de geração para geração”, afirmou o vereador Prof. Helder Cirqueira durante a sessão. Antes de ir a votação, o projeto passou pela Comissão de Constituição e Justiça e foi debatido por todos os vereadores.

Após sessão, a Reitora Elizabeth Nunes Fernandes e comitiva de professores da UEMASUL, acompanhados de vereadores do município e alunos do colégio Prof. João Pereira Martins Neto, visitaram as obras do novo campus, que se encontra atualmente em fase final de acabamento e deverá ser entregue oficialmente no dia 10 de maio. Impressionada com a magnitude da obra, a aluna Maria Eduarda da Silva revelou que o seu interesse em ingressar em um dos cursos que serão oferecidos pela UEMASUL aumentou. “Olhar esse prédio todo novo, bonito e bem estruturado aumenta a nossa vontade de estudar aqui. Eu já tinha interesse pelo curso de Engenharia Agronômica, agora tenho certeza que é ele que vou escolher no vestibular”, declarou a estudante.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *