Reitoria cumpre agenda em São Luis e garante avanços para UEMASUL

A reitora Elizabeth Nunes Fernandes e o vice-reitor Expedito Barroso cumpriram agenda no início desta semana em São Luís para levar as principais demandas da Universidade Estadual da Região Tocantina ao governo do Estado, e realizar uma série de visitas a diversos órgãos na capital. No primeiro compromisso, os gestores foram recebidos pelo governador Flávio Dino e apresentaram as tratativas finais para a realização de concurso público para professor efetivo reafirmando a necessidade de concurso para técnico-administrativos.

O concurso público para professor efetivo já havia sido autorizado pelo governador para preenchimento de 30 novas vagas ainda para o ano de 2017. O despacho foi encaminhado para a Secretaria de Gestão e Previdência, atendendo a solicitação da administração superior da universidade que apresentou um levantamento de necessidades prioritárias ao governador. Com os campi de Imperatriz e Açailândia em pleno funcionamento e aguardando a doação do campus de Estreito, em 2018 a UEMASUL somará 20 cursos de graduação, atendendo cerca 3000 alunos. “Estamos em processo de consolidação e também de expansão e os concursos públicos serão de suma importância para que a UEMASUL cumpra com a sua missão de promover o desenvolvimento regional na democratização do acesso ao ensino superior, garantindo também a qualidade no ensino oferecido”, afirmou o vice-reitor Expedito Barroso.

Com as 30 vagas sendo divididas igualmente entre os 3 campi, pela primeira vez desde que foi criado, o campus de Açailândia vai promover o seu primeiro concurso para professor efetivo. “Foi justamento por isso que lutamos pela criação da UEMASUL, para que situações como essa de Açailândia, neglicenciada durante anos, pudessem ser corrigidas e que aquela comunidade acadêmica fosse de fato tratada com o respeito que merece”, enfatizou a reitora que completou: “E a nossa solicitação para concurso de técnico-administrativo passará por um estudo de impacto e em seguida será avaliada pelo governador, que já se mostrou sensível a nossa solicitação”.

A agenda seguiu com uma visita ao Conselho Estadual de Educação (CEE), onde a reitora e o vice-reitor participaram de uma reunião da Câmara de Educação Superior, instância responsável pelo registro e reconhecimento das universidades estaduais. Os membros do conselho informaram que o pedido de credenciamento da UEMASUL, protocolado dia 27 de julho, está condizente com às exigências das resoluções do órgão e que será expedida uma portaria instituindo uma comissão de verificação que visitará a UEMASUL dentro de 60 dias. A visita in loco resultará em um relatório que será submetido para aprovação junto ao CEE, para enfim ser emitido o credenciamento da UEMASUL. “A expectativa é que até o final do ano estejamos devidamente credenciados”, afirmou a reitora Elizabeth Nunes Fernandes.

Na Assembléia Legislativa do Maranhão os gestores foram convidados e recebidos pelo Deputado Estadual Marco Aurélio e pelo presidente da casa, o Deputado Estadual Humberto Coutinho. Relator da lei que criou a UEMASUL, o deputado Marco Aurélio foi à tribuna onde fez um breve relato sobre os avanços e conquistas da UEMASUL em seus nove meses de criação. ” Quero destacar como a UEMASUL tem melhorado a perspectiva de nossa região. Desde o início desse ano, quando passou a funcionar a UEMASUL, o governador Flávio Dino tem dado as condições para essa universidade”, afirmou o deputado que destacou as reformas nos campi de Imperatriz e Açailândia, além da construção de um novo campus de abrigará o Centro de Ciências Agrárias.

A agenda em São Luis foi finalizada com uma reunião com o secretário estadual de Desenvolvimento Social  (SEDES), Neto Evangelista. Atendendo demandas dos estudantes, o governado Flávio Dino autorizou em maio a construção de um Restaurante Universitário em Imperatriz, porém, as limitações de espaço e estrutura física fizeram com que a administração superior indicasse ao governador que o RU fosse construído apenas no novo campus, que sediará a maioria dos cursos que funciona em turno integral. “Como solução, ficou acertado que a UEMASUL fará um acordo de cooperação com a SEDES, que implantará um novo restaurante popular em Imperatriz que atenderá aos acadêmicos da UEMASUL”, explicou a reitora. De acordo com os encaminhamentos, o restaurante será instalado no centro de Imperatriz, a 500 metros do campus de Imperatriz, até meados de novembro de 2017.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *