Cerca de 5 mil pessoas visitam a Mostra das Profissões da UEMASUL

Realizada com o apoio do Governo do Estado, da Unidade Regional de Educação e do Imperial Shopping, a primeira Mostra das Profissões da Universidade Estadual da Região Tocantina do Maranhão (UEMASUL), apresentou de forma dinâmica os cursos de graduação ofertados pela instituição. O evento teve como público alvo estudantes, em especial os alunos de escolas de ensino médio, apresentando um pouco da vivência universitária e tirando dúvidas que ajudaram os visitantes a entender melhor cada profissão.

A Mostra das Profissões contou com estandes dos cursos, e a programação incluiu palestras e oficinas voltadas para orientação vocacional e opção profissional, relacionadas às habilidades e vocações dos estudantes presentes. “Nós avaliamos com êxito máximo a realização da Mostra das Profissões da UEMASUL, tanto pela qualidade do que a universidade apresenta para a sociedade, para o público, para os estudantes, como pela presença do público, com a presença inclusive de outras instituições de ensino superior que vieram prestigiar o evento”, afirmou Eldelblan Conrado, chefe da Divisão de Acesso e Permanência Estudantil. Segundo a estimativa da organização, mais de 5 mil pessoas visitaram a feira nestes dois dias.

Um dos pontos altos da programação foram as apresentações do grupo Ciência em Show, que viaja todo Brasil, ensinando ciência de maneira descomplicada e descontraída. O visitante Marcos Antônio, que esteve na última noite do evento, achou os experimentos apresentados pelo grupo interessantes, e com muito bom-humor. “A organização está de parabéns, tanto pela estruturação do ambiente, quanto pela atração convidada”, concluiu.

Durante o evento, os estudantes tiveram a oportunidade de receber várias orientações para fazerem a opção correta no momento da escolha do curso. “Bem interessante porque os alunos têm várias explicações e tiram todas as nossas dúvidas e mostram coisas novas pra gente também”, afirma Carla Jaqueline dos Santos, estudante do 2º ano do Ensino Médio.

“A nossa primeira mostra superou nossas expectativas, recebemos muitos alunos em todos os horários. Os estudantes participaram das palestras e a presença do Ciência em Show acabou abrilhantando ainda mais o evento. O nosso objetivo era que as crianças e adolescentes vissem os experimentos e se interessassem”, explica a professora Iane Paula Rego, Coordenadora de Sustentabilidade e Integração Social.

Segundo a reitora da UEMASUL, o evento mostrou para a sociedade o quanto a instituição é produtiva e dinâmica. “É a primeira Mostra de Profissões que a UEMASUL promove, e fizemos a escolha do shopping, por ser um espaço muito mais voltado para os jovens, saindo dos muros da universidade, trazendo as oportunidades e potencialidades da UEMASUL. Tivemos um grande êxito durante os dois dias do evento”, concluiu a reitora da universidade Elizabeth Nunes Fernandes.

Cursinho Popular da UEMASUL realiza Aula Magna

A Universidade Estadual da Região Tocantina do Maranhão (UEMASUL), promoveu no início desta semana a Aula Magna do Cursinho Popular, programa que tem como objetivo democratizar o acesso de jovens e adultos ao ensino superior, ofertando 100 vagas anualmente, de forma gratuita.

O vice-reitor, professor Expedito Barroso deu as boas-vindas aos novos alunos, destacando o papel da universidade em proporcionar e desenvolver ações pautadas na luta pela igualdade de acesso à educação superior e inclusão social. Professores e ex-alunos do Cursinho Popular estiveram presentes e relataram a importância que o programa proporciona na vida de quem ministra as aulas, e principalmente sobre os resultados obtidos, com alunos ingressando nas universidades.

Para recepcionar os novos alunos, o professor Taylon Carvalho, formado em História pela Universidade Estadual do Maranhão (UEMA), ministrou a Aula Magna, com a temática “Somos construtores da nossa própria história”. O palestrante compartilhou um pouco de suas experiências na rede municipal e histórias no próprio programa no qual foi um dos professores.

Há 12 anos fora da escola, a dona de casa Ana Mara Fernandes, 34 anos, viu a oportunidade perfeita para voltar à sala de aula. “Sempre fiquei revisando conteúdo da escola em casa. Como eu vi na televisão a oportunidade desse cursinho, eu vim aqui e fiz a minha inscrição porque o meu sonho um dia é entrar na universidade e fazer o curso de Letras”. comentou a nova aluna.

Este ano o cursinho contou com mais de 500 inscrições, pessoas de regiões próximas também puderam participar do processo de seleção. É o caso de Lucas Cacry Milhomem Krikaty, estudante indígena que mora em Imperatriz em função dos estudos foi um dos ingressantes do programa. “Eu já entrei em cursos pagos e por condições financeiras tive que parar, e quando soube dessa iniciativa na UEMASUL me inscrevi e não sabia que iria conseguir, agora me sinto feliz,” destacou.

UEMASUL conquista aprovação do primeiro mestrado

No último dia 4 de abril, a Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior (CAPES) divulgou a aprovação do primeiro programa de pós-graduação Stricto sensu da UEMASUL. O mestrado profissional em Linguística e Literatura será o primeiro da instituição e o único da região na área das Letras. A proposta, coordenada pelo professor Gilberto Freire de Santana, visa proporcionar ao professor da área de Letras, formação científica e cultural, ampla e aprofundada.

O curso de mestrado está em consonância com o Plano Nacional de Educação – PNE e as diretrizes estratégicas da UEMASUL, previstas no Plano de Desenvolvimento Institucional (PDI). Para tanto, serão estruturados laboratórios de ensino e pesquisa, além de estimular a fixação de pesquisadores em nível de doutorado e pós-doutorado, como forma de fortalecer os cursos Stricto sensu.

Além do mestrado, a UEMASUL ofertará também uma especialização Latu Senso do curso de Letras, ambos terão início no segundo semestre de 2019. “O mestrado era um sonho, e muito necessário para a instituição. Em um prazo tão curto de criação a gente ter conquistado um mestrado é incrível, e isso vai provocar o surgimento de outros mestrados. Desde o ano passado já sentimos que a graduação se empolgou só com a possibilidade do mestrado, já que vai sair a especialização e o mestrado no segundo semestre de 2019.2, já pensando em daqui uns anos conseguir um doutorado. Esse é o espírito, o motivo da nossa existência e da UEMASUL”, conta o coordenador da proposta professor Gilberto Freire.

Com linhas de pesquisa em Linguagem, Memória e Ensino, e Literatura, Diálogos e Saberes, contando com nove docentes, sendo dois deles da UEMA de Balsas, o mestrado vem para consolidar a importância da UEMASUL para a Região Tocantina. “A região não tem mestrado em Letras, os mais próximos são em São Luís e em Araguaína, o mestrado vem pra atender uma demanda regional contribuindo para o desenvolvimento, que é a missão da universidade”, afirma a Pró-Reitora de Pesquisa, Pós-Graduação e Inovação, Alinne da Silva.

UEMASUL realiza Mostra das Profissões

A Mostra de Profissões da Universidade Estadual da Região Tocantina do Maranhão (UEMASUL),  é um evento em que acadêmicos e professores dos cursos de graduação recebem estudantes, em especial os alunos de escolas de ensino médio, com o objetivo de tirar dúvidas e ajudar na escolha do curso da graduação. A Mostra acontecerá dias 10 e 11 (quarta e quinta-feira) no Imperial Shopping, das 11h às 21h.

Durante a programação serão apresentados os cursos que a UEMASUL oferece, e palestras e oficinas voltadas para orientação vocacional e  opção profissional, que serão relacionadas às habilidades e vocações dos estudantes presentes. A programação traz ainda nos dois dias, apresentações do  grupo Ciência em Show, que viaja todo Brasil, ensinando ciência de maneira descomplicada e descontraída.

Os estudantes  terão durante o evento, a oportunidade de receber várias orientações para  fazerem a  opção correta no momento da escolha do curso. O Professor Edelblan Conrado, Chefe da Coordenadoria de Sustentabilidade e Integração Social (CSIS) destaca a relevância do evento e da contribuição para a sociedade, e em especial, para alunos que procuram ingressar na universidade.

“Um evento desse porte, além de sair dos muros da universidade, mostra para a sociedade o quanto a instituição é produtiva. A exposição serve também para apresentar a importância da UEMASUL como fator de desenvolvimento regional. Também contribui para que os estudantes que estão saindo do ensino médio, possam se preparar melhor para o vestibular, conhecendo os cursos que a universidade oferece e se enquadrando nos perfis elaborados por cada área. Esperamos que a busca pelos cursos da instituição aumente ainda mais, que seja qualificada e assertiva”.

Veja aqui a programação completa

 

UEMASUL promove IV Semana de Estudos Florestais

O curso de Engenharia Florestal da UEMASUL, em parceria com a FAPEMA, promove até o dia 5 de abril, a IV Semana de Estudos Florestais – Os desafios do setor florestal no Maranhão.

A solenidade de abertura contou com a participação de professores, acadêmicos e estudantes de Açailândia, do Pará, Tocantins e Instituto Federal do Maranhão – IFMA. A reitora da UEMASUL, Elizabeth Nunes Fernandes abriu a solenidade saudando os presentes. “Parabenizo a organização e dou boas-vindas a todos que estão aqui, inclusive aos parceiros e palestrantes. A casa é nossa, essa casa é sua, é assim que a gente acredita e vê a UEMASUL”.

O primeiro dia da programação contou com as palestras “Os desafios do setor Florestal no Maranhão” ministrada pelo engenheiro florestal Alzemar Veroneze; e “O engenheiro Florestal 4.0 e as novas necessidades do mercado de trabalho”, ministrada pela professora Maria Luisa Parapinski. Ao longo da tarde foram realizadas oficinas e apresentações de trabalhos.

O palestrante Alzemar Veroneze falou sobre  a importância de se discutir o tema. “Nós selecionamos o que é possível aqui. A mão de obra é um grande problema em nossa região, não só de florestal, mas, para operar uma máquina, por exemplo. É muito difícil mão de obra qualificada, de pessoas que se dediquem e pesquisem, que vão a fundo e que fazem a diferença, isso é difícil aqui ainda.”

“Até agora a Semana de Estudos Florestais foi muito incentivadora e esclareceu diversas dúvidas sobre o mercado florestal, aprendemos sobre o atual mercado 4.0 com a professora Maria Luisa, além dos desafios do engenheiro florestal do Maranhão. É é um grande ganho pra nós como estudantes”, finaliza Júlio César do Espirito Santo, acadêmico do 2° período de Engenharia Florestal.

UEMASUL instala novo equipamento para laboratório de Química Ambiental

O laboratório de Química Ambiental da UEMASUL recebeu a instalação do equipamento Sistema de Digestor de Microondas para extração de materiais orgânicos. Visando o melhor uso e conservação, um técnico da empresa fabricante (SCP Science) ministrou treinamento sobre a utilização e funcionamento do equipamento aos professores pesquisadores, que por sua vez repassarão aos acadêmicos e acadêmicas responsáveis para treinar outros acadêmicos.

Os cursos de Ciências Biológicas, Engenharia Agronômica, Engenharia florestal, Medicina Veterinária e Química são os beneficiados com o novo digestor. A acadêmica de Química Vanieli de Oliveira Costa, bolsista voluntária, e responsável pela supervisão e manuseio do equipamento falou sobre a instalação. “A importância principal é pelo fato de a gente sair daquela forma de extração que a gente estava usando, com mau funcionamento, causando a contaminação do meio ambiente e nos fazendo respirar o ácido”.

O equipamento tem capacidade para reduzir o tempo de extração de um material de origem vegetal, animal ou solo em até 90%. Para o professor químico, Jorge Diniz de Oliveira, a utilização da nova máquina contribuirá com a economia de ácido e tempo, resultando num rendimento de maior produção, que segundo ele é um fator primordial.

“A gente reduz também o poluente que colocamos na atmosfera. Todos os vapores são diminuídos, toda preocupação nossa é a economia de reagentes e a questão ambiental. Além das melhorias mencionadas, a gente trabalha com sistema de digestão que é o sistema considerado universal, um sistema fechado que possibilita a publicação de artigo com mais solidez”, finaliza.

UEMASUL realiza colação de grau de 96 alunos em Imperatriz

A Universidade Estadual da Região Tocantina do Maranhão (UEMASUL) realizou, na noite de quinta-feira (28), Solenidade de Outorga de Grau 2018-2. Foram 96 novos profissionais oriundos de 13 cursos da universidade, formados e qualificados para promover o desenvolvimento humano e social do nosso estado. 

Realizada na Primeira Igreja Batista de Imperatriz, a solenidade contemplou 12 cursos do campus Imperatriz:  Administração; Ciências Biológicas; Ciências com Habilitação em Matemática; Engenharia Agronômica; Engenharia Florestal; Física; Geografia; História; Letras, Língua Portuguesa, Língua Inglesa e Literaturas; Letras, Língua Portuguesa e Literaturas de Língua Portuguesa; Medicina Veterinária; Pedagogia; e Tecnologia de Gestão Ambiental, campus Açailândia. 

A solenidade foi marcada pela alegria e emoção dos formandos, seus familiares e de toda a comunidade acadêmica. Em seu pronunciamento, a reitora da UEMASUL, Elizabeth Nunes Fernandes, reforçou o compromisso da universidade na formação não só de profissionais, mas, também cidadãos e cidadãs conscientes de sua função social, destacando a emoção de conduzir a cerimônia. “É lindo quando nós vemos a emoção dos pais, como é lindo de ver! É uma imagem que realmente eu gostaria de compartilhar com todos, ver a mãe que vibra, os familiares e amigos reunidos para celebrar esta vitória, e que talvez sejam ou representem o primeiro formando da família na universidade pública”, afirmou a reitora.  

A acadêmica Bárbara Pereira Duarte, formanda do curso de Letras, foi escolhida pelos seus colegas como oradora oficial dos concludentes. Em seu discurso, declarou. “Precisamos e vamos nos orgulhar de nós, de tudo que vivenciamos no entorno dos muros dessa Universidade, pelos dias em que unidos em ativismo, lutamos pela aprovação da UEMASUL, de cada dia nas paradas de ônibus, de cada sol e chuva, de cada um dos professores que nos inspirou a sermos melhores”.  

Inclusão 

Esta foi a primeira cerimônia de outorga de grau da UEMASUL com tradução em Língua Brasileira de Sinais – LIBRAS. “Apesar de não termos estudantes deficientes auditivos ou surdos, entendemos que esse é um protocolo que temos que implementar em todos os eventos oficiais de nossas instituição”, afirmou o vice-reitor da UEMASUL, Expedito Barroso.

Conselho Estadual de Educação aprova Programa de Formação de Docentes da UEMASUL

O Conselho Estadual de Educação aprovou por unanimidade, nesta terça-feira (26), a autorização de funcionamento do Programa de Formação de Docentes da UEMASUL, Caminhos do Sertão. Elaborado ainda no início de 2018, o programa é mais um passo dado pela UEMASUL na missão de promover o desenvolvimento regional e atender às metas 12 e 15 do Plano Estadual de Educação do Estado do Maranhão (PEE-MA).

O programa visa expandir vagas em cursos de licenciatura, por meio da implantação de cinco unidades avançadas nas cidades de Vila Nova dos Martírios, Itinga, Amarante, Porto Franco e Carolina, atendendo aos 22 municípios de sua ação territorial, o que causará impacto importante na democratização do acesso ao ensino superior público, ofertando cerca de 1000 novas vagas.

“Os próximos passos agora serão aprovar os PPCs (Programas Pedagógicos) dos cursos que serão oferecidos, assinar o acordo de cooperação com os prefeitos desses municípios onde funcionarão as unidades avançadas, e então faremos o cronograma do seletivo para professores e alunos. A previsão é que iniciemos as aulas em agosto deste ano, já com os alunos”, afirma a Profa. Nice Rejane Oliveira, coordenadora do programa.

Funcionamento

A oferta das disciplinas ocorrerá na modalidade especial, aos sábados e domingos. São quatorze aulas de cinquenta minutos de efetivo trabalho docente e quatro horas de atividades orientadas, totalizando 18 horas-aula por encontro. Serão necessários quatro encontros em finais de semana para disciplinas de 60 horas. Para o cumprimento do total de horas-aula por semestre haverá a necessidade de ofertar até duas disciplinas no período de férias (janeiro e julho), na modalidade intensiva.

Serão ofertados os cursos de licenciatura em Pedagogia, Letras, Matemática, Ciências Biológicas, História, Física, Geografia e Química, todos com quatro anos de duração.

Parceria

O Programa de Formação de Docentes da UEMASUL vai funcionar em parceria com as prefeituras municipais de sua área de abrangência, dando oportunidades de acesso ao ensino superior aos professores em exercício nas escolas públicas estaduais e municipais sem formação adequada à LDB, impulsionando a formação de professores reflexivos e atuantes na sociedade.

Segundo Expedito Barroso, Vice-Reitor da UEMASUL, o corpo docente será composto preferencialmente, por professores da UEMASUL, que atuam nos cursos de licenciatura na modalidade regular. Mas também será aberto processo seletivo para a contratação de professores. “O termo de cooperação com os municípios vai garantir a disponibilização de infraestrutura, serviços administrativos e do desenvolvimento pedagógico do Programa”, completou.

Para a Pró-Reitora de Gestão e Sustentabilidade Acadêmica da UEMASUL, Regina Célia Costa Lima o programa é desafiador. “No momento em que se cria uma universidade nova, que vem o objetivo de desenvolvimento regional as expectativas aumentam, principalmente na área de atuação. Recebemos ainda no momento Pro tempore visitas de prefeitos, representantes comunitários, indígenas, solicitando da gente e do Governo do Estado a presença de nossa universidade”.

Lei nº 10.099/2014 – Plano Estadual de Educação do Estado do Maranhão

Meta 12: elevar a taxa bruta de matrícula na educação superior para 50% (cinquenta por cento) e a taxa líquida para 33% (trinta e três por cento) da população de 18 (dezoito) a 24 (vinte e quatro) anos, assegurada a qualidade da oferta e expansão para, pelo menos, 40% (quarenta por cento) das novas matrículas, no segmento público;

Meta 15: garantir, em regime de colaboração entre a União, os Estados, o Distrito Federal e os Municípios, no prazo de 1 (um) ano de vigência deste PNE, política nacional de formação dos profissionais da educação de que tratam os incisos I, II e III do caput do art. 61 da Lei nº 9.394, de 20 de dezembro de 1996, assegurado que todos os professores e as professoras da educação básica possuam formação específica de nível superior, obtida em curso de licenciatura na área de conhecimento em que atuam.