Matrículas e rematrículas no semestre 2019.2

Aberto o Edital 085/2019 – CEA/PROGESA/UEMASUL, com as normas e instruções para matrículas e rematrículas dos estudantes veteranos, readmitidos, transferidos, graduados e de interessados em cursar disciplina isolada, para o segundo semestre de 2019.

Fiquem atentos às datas:

15 a 22/07/2019 – Matrícula e rematrícula de discentes veteranos, transferidos, readmitidos e graduados, para o segundo semestre de 2019.

24 a 26/07/2019 – Rematrícula de estudantes retardatários, para o segundo semestre de 2019.

29 a 31/07/2019 – Matrícula de estudantes em disciplina isolada, para o segundo semestre de 2019.

26 a 30/08/2019 – Período de reajuste de matrículas de 2019.2

Mais informações e Edital completo.

Direção do curso de Medicina discute Programas de Residência Médica e Multiprofissional

A Comissão do curso de Medicina da UEMASUL, participou da reunião que iniciou as tratativas para a criação da residência médica e multiprofissional no Hospital Macrorregional Drª. Ruth Noleto e no Hospital Regional Materno Infantil. Neste ato estavam presentes representantes da Secretaria Extraordinária de Articulação das Políticas Púbicas (SEEPP), da Empresa Brasileira de Serviços Hospitalares (EBSERH), do corpo clínico e diretivo do Hospital Macrorregional, da direção do Hospital Regional Materno Infantil, da Universidade CEUMA, da Regional de Saúde de Imperatriz, de médicos do município e da diretora do curso de Medicina da UEMASUL, professora doutora Michele Moreira Martins de Oliveira.

A reunião teve como proposta as melhorias para o ensino e especialização dos novos profissionais da saúde, como apontou o professor da Universidade Federal do Maranhão (UFMA), José Thiago Carvalho, médico especialista em Cirurgia Geral e digestiva, e cirurgião representante do Hospital Macrorregional.

Em uma outra reunião, com a Força Estadual de Saúde do Maranhão (FESMA), representantes da regional de saúde, da SEEP, da EBSERH, e da comissão de implantação do curso de Medicina, foi apresentado o curso, ao mesmo tempo em que se iniciou as tratativas para que a UEMASUL possa ofertar a residência Multiprofissional em Saúde Coletiva.

De acordo com a direção do curso de Medicina, a reunião teve como objetivo apresentar o curso de Medicina para a FESMA, que está atuando na região, com cinco equipes.  “A Força é preponderante, um pilar muito importante para o curso, para a integração do eixo ensino e serviço. O curso de Medicina foi aprovado em março deste ano, pelo Conselho Superior Universitário (CONSUN), sendo importante frisar que o curso já tem toda uma parte administrativa montada, funcionando e trabalhando fortemente para o início das atividades acadêmicas. O curso de Medicina não é mais um sonho, se tornou realidade”, afirmou a diretora do curso, Michele Moreira Martins de Oliveira.

As duas reuniões dão continuidade às pesquisas para a implantação da nova graduação na UEMASUL que está com a primeira turma prevista para o segundo semestre de 2020.

UEMASUL lança edital do primeiro programa de Pós-graduação stricto sensu

Abertas as inscrições ao processo seletivo para o curso de Mestrado profissional em Letras, da Universidade Estadual da Região Tocantina do Maranhão (UEMASUL), até o dia 23 de agosto de 2019. O curso, que é o primeiro da instituição e único da região na área das Letras, vai ofertar 20 vagas, com o objetivo de proporcionar ao professor da área de Letras, formação científica e cultural, ampla e aprofundada.

Aprovado em abril, pela Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior (CAPES), o Programa de Pós-graduação em Letras (PPGLe) está em consonância com o Plano Nacional de Educação – PNE e as diretrizes estratégicas da UEMASUL, previstas no Plano de Desenvolvimento Institucional (PDI).

O PPFLe é destinado aos profissionais graduados em Letras, e em áreas do conhecimento que tenham afinidade com a temática central da área de concentração, considerando duas linhas de pesquisa: Literatura, Diálogos e Saberes; e Linguagem, Memória e Ensino. “A região não tem mestrado em Letras. Esse mestrado vem para atender uma demanda regional cumprindo a missão da UEMASUL, de produzir e difundir conhecimentos, por meio do ensino”, afirmou a Pró-Reitora de Pesquisa, Pós-Graduação e Inovação, Alinne da Silva.

Para o professor Gilberto Freire, coordenador do curso, o Mestrado em Letras é grande uma oportunidade para a região. “São décadas e décadas, onde grande parte dos nossos alunos dos cursos de graduação não tinham a oportunidade de poder dar uma caminhada maior na sua trajetória de ensino, e o nosso mestrado vem exatamente para contemplar esses alunos”.

O coordenador falou ainda sobre a conquista do sonho coletivo, que se tornou realidade. “Para a UEMASUL é uma grande conquista, em dois anos conseguirmos o mestrado é uma vitória que teve o empenho de todos. Foi uma grande caminhada, uma luta de muitos professores. É a comprovação que sonhar é fundamental, e realizar o sonho é uma das coisas mais gratificantes, principalmente, para todos nós do curso de Letras. Sabemos o quanto foi longa nossa trajetória, mas, sempre com um olhar nessa possibilidade do mestrado e doutorado”.

Mestrado em Letras

Estão abertas até dia 23 de agosto de 2019 as inscrições para candidatos ao processo seletivo para o Mestrado Profissional em Letras, primeiro da instituição e o único da região na área das Letras, recomendado pela Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior (CAPES). O Programa de Pós-Graduação em Letras – PPGLe compreende uma área de concentração (Estudos Literários e Estudos Linguísticos), com as linhas de pesquisa “Literatura, Diálogos e Saberes” e “Linguagem, Memória e Ensino”.

Serão ofertadas 20 (vinte) vagas para este processo seletivo, dentre estas, 04 (quatro) são destinadas à política de ações afirmativas. As vagas serão preenchidas por ordem de classificação dos aprovados.

As inscrições podem ser feitas neste link.

Mais informações e Edital.

UEMASUL e OPAS fazem visitas técnicas para conhecerem cursos de Medicina

De 25 a 28 de junho, membros da comissão de implantação do curso de Medicina da UEMASUL e Organização Pan-Americana de Saúde (OPAS/Brasil), realizaram visitas técnicas à Universidade Federal de Pernambuco (UFPE), campus Agreste, e à Escola Multicampi de Ciências Médicas da Universidade Federal do Rio Grande do Norte (UFRN),  com o intuito de conhecerem suas estruturas físicas, curriculares, e experiências exitosas no ensino médico.

A professora e diretora do curso de Medicina, Michele Moreira Martins de Oliveira conta que as instituições contribuem para a criação do curso de Medicina da UEMASUL por terem envolvimento e compromisso com a formação médica humanística, a fim de atender às demandas de saúde da população. A viagem teve por objetivo realizar visita técnica às escolas de medicina instaladas no interior dos estados do Rio Grande do Norte e de Pernambuco.

“A visita à escola Multicampi de Ciências Médicas da Universidade Federal Rio Grande do Norte, localizada em Caicó, apresenta uma proposta de educação médica bem semelhante à proposta do Curso de Medicina da UEMASUL. É bem estruturada e organizada. A visita ao curso de Medicina do Núcleo de Ciências da Vida da Universidade Federal de Pernambuco, campus Agreste, também revelou muitas semelhanças com proposta para o nosso curso. Podemos concluir que a UEMASUL está trilhando o caminho certo na implantação de seu curso de Medicina”.

A professora também destaca que será realizada ainda uma outra visita, desta vez, à estrutura do Centro de Ciências da Saúde da Universidade Federal de Roraima (UFRR), para dar continuidade às pesquisas para o início da nova graduação na UEMASUL.

Cursos de licenciaturas em Matemática e Química apresentaram primeiras defesas de TCC

Os cursos de licenciatura em Química e Matemática do Centro do Ciências Exatas, Naturais e Tecnológicas tiveram suas primeiras defesas de Trabalho de Conclusão de Curso (TCC) apresentadas no mês de junho. Com nova estrutura curricular e disciplinas diretamente voltadas para a atuação dos profissionais,  os novos cursos representam um grande diferencial para a região  na formação de novos professores.

A nova turma de Química teve sete formandos e conta com disciplinas e estrutura curricular específicas, voltadas para a área de atuação dos profissionais. A formanda Dyane de Lima Gomes, de 22 anos, defendeu seu TCC com o  tema: “Especialização de metais no solo nos lixões dos municípios de Imperatriz, Senador La Rocque e Davinópolis”.

Ela falou ainda como as mudanças foram fundamentais em sua formação. “Acho que agora as disciplinas estão bem mais direcionadas ao nosso curso. Nós saímos preparados, não para disciplinas posteriores, mas, diretamente para a disciplina de química.  Os professores doutores em Química, tiveram essa preocupação em montar uma grade curricular completa tanto em relação à área pedagógica, como à área de química. Eu não me sinto inferior a um aluno de bacharelado porque eu sei que meu curso teve disciplinas excelentes, com excelentes profissionais e também com a grade curricular muito semelhante à deles em questão de ementa e tudo”.

A primeira turma de Matemática Licenciatura formou nove acadêmicos, entre eles, o acadêmico Alan Deyvid Lima Moura, de 29 anos, que foi o primeiro formando a defender o TCC com o tema: “Álgebra Linear Numérica: métodos interativos aplicados à resolução de sistemas lineares”.  Alan Deyvid falou da satisfação em participar dessa nova fase da UEMASUL. “O fato de ser o primeiro a defender o TCC do curso é indescritível, pois estou fazendo parte do início dessa nova licenciatura, da história que está sendo construída. A melhoria na estrutura e consequentemente no ensino tem sido um diferencial para o crescimento da universidade como um todo em busca dos melhores resultados”.

O professor e diretor do curso de Matemática, Juscimar da Silva Araújo, destacou o principal objetivo da licenciatura. “Difere-se do curso de Ciências Licenciatura com Habilitação em Matemática por possibilitar um estudo mais específico da matemática e suas ramificações; pois, em sua estrutura curricular não existe a obrigatoriedade de cursarem disciplinas que envolve outras áreas da ciência (como Biologia e Química), com isso consegue-se dar maior ênfase à áreas específicas da Matemática. Com o passar dos anos, foram criados cursos mais voltados para áreas específicas, como é o caso do curso de Matemática, que permite uma formação mais voltada para essa área da ciência”.

UEMASUL promove I Simpósio de Química

Aconteceu hoje, quinta-feira (27), o I Simpósio de Química da UEMASUL, organizado pela coordenação do curso de Química do Centro de Ciência Exatas, Naturais e Tecnológicas (CCENT). O evento promoveu palestras e oficinas ministradas por professores da instituição para alunos do curso.

A programação contou com as palestras “Atuação do Químico”, com o professor Jorge Diniz, e “Algumas moléculas que mudaram a história”, ministrada pelo professor Francisco Eduardo, que aconteceram no auditório do campus Imperatriz.

Os minicursos foram voltados para análise, cálculos e modelamento de sistemas químicos, com os temas, “Análise microbiológica da água”, “Cálculos Químicos” e “Modelamento de sistemas químicos: Aplicação do software Gaussview no cálculo de energia e otimização de geometrias”, ministrados pelos professores José Fábio França, Marco Antônio Bandeira, e Cleidivan Silva Macena.

Para a aluna do 3º período de Química, Dellys Rocha, promover eventos dentro da área estimula o desenvolvimento acadêmicos e qualifica ainda mais o curso. “Nós alunos temos medo da química por algumas partes serem complicadas, mas, os temas nos mostram os meios e onde o nosso curso atua, pra que a gente possa ter uma noção do quão amplo é o nosso curso”, afirma.

“A ideia é mostrar o que a gente já tem, o que a gente quer fazer e envolver mais os alunos para que no próximo simpósio eles próprios possam organizar o evento e atrair o público externo”, explica o diretor do curso de Química da UEMASUL, Marco Antônio Bandeira.