SALA DE IMPRENSA

cphat

Abertas inscrições para os cursos de extensão em Etnologia e Arqueologia

Os cursos estão sendo ofertados por meio do Centro de Pesquisa em Arqueologia e História Timbira da UEMASUL e as vagas são direcionadas para pessoas da comunidade interessadas nas áreas.


Ascom UEMASUL

O CPAHT é um espaço destinado à pesquisa e preservação das culturas material e imaterial da região Sul Maranhense. Foto: Ascom/UEMASUL.

Dois cursos de extensão estão sendo ofertados pela UEMASUL, por meio do Centro de Pesquisa em Arqueologia e História Timbira (CPAHT): “Introdução à Arqueologia”, que acontecerá nos dias 08, 22 e 29 de junho; e o curso de “Extensão em Etnologia: Conhecendo as histórias e culturas dos povos indígenas”, nos dias 20, 24 e 27 de junho.

Os cursos serão realizados no turno vespertino, com certificação de 20 horas. As inscrições podem ser realizadas no museu CPAHT, e o investimento será no valor de R$10,00. Estão sendo ofertadas 30 vagas para cada curso, tendo como público-alvo a equipe do CPHAT (alunos bolsistas, estagiários e voluntários), escolas, entidades públicas ou privadas e toda a comunidade.

O curso Extensão Etnologia tem o objetivo de refletir sobre a história e cultura dos povos indígenas, com o intuito de desmistificar termos preconceituosos e estereótipos relacionados aos povos indígenas. Serão realizadas discussões sobre os povos indígenas no Brasil, sobre a presença dos povos indígenas no Maranhão e a importância das festas tradicionais dos povos indígenas, proporcionando a abrangência dos conhecimentos dos envolvidos sobre Arqueologia e Etnologia, com o objetivo de dar visibilidade às histórias e culturas dos povos Timbira e Tenetehara, conscientizando sobre a valorização e respeito aos povos originários.

A Etnologia, originada do grego ethos (cultura) + graphe (escrita) é a ciência das etnias, que estuda características sociais e culturais dos grupos humanos, de modo comparativo. A Etnologia, a Antropologia e a Sociologia se relacionam, cada uma com sua especificidade.  A palavra Ethenologia foi usada pela primeira vez na década de 1780, pelo historiador e etnólogo austríaco Adam František Kollár.

A coordenadora do curso e chefe de divisão de Etnologia do CPAHT, Aline de Sousa Silva falou sobre a importância do projeto. “No curso será abordada a história e cultura dos povos indígenas desde a invasão dos colonizadores. Serão destacadas suas lutas desde o princípio até os dias atuais, pois isso é de grande importância para que as pessoas saibam. Assuntos como esses precisam ser abordados dentro dos espaços educativos, para que através disso todos os povos sejam valorizados, pois percebemos que os estereótipos ainda são reforçados nos ambientes escolares, e isso se dá pela falta de conhecimento, e esse é um dos motivos da realização do curso”, explicou. 

O espaço museológico recebe diariamente visitas de alunos de diversas escolas da cidade e da região. Foto: Ascom/UEMASUL.

O curso de Introdução à Arqueologia irá abordar aspectos teórico-metodológicos relacionados às diversas atividades da Arqueologia, apresentando as noções básicas sobre cultura material, categorias de sítio arqueológico, registro arqueológico e todo o processo de construção do conhecimento dessa ciência. O temas das aulas, durante os três dias serão: Arqueologia e seu objeto de estudo; o que é um sítio arqueológico; tipos de sítios arqueológicos – estudos de casos no Maranhão; formação do registro arqueológico: aspectos culturais e naturais; contextos da pesquisa arqueológica – métodos e técnicas em arqueologia; cultura material e significados – perspectivas teóricas e metodológicas.

O termo Arqueologia é composto pelos radicais gregos Arkhé, que significa “início/começo” e “ordem/organização”, e Logia, que significa “estudo/ciência. A arqueologia é a ciência que investiga indícios, ou vestígios, de civilizações e culturas passadas, importantes para a reconstrução da história humana. As primeiras atividades arqueológicas foram registradas na Idade Média. Ganharam força na época do Renascimento, estudando as ruínas dos palácios e esculturas greco-romanas, mas só foram consolidadas no século XIX. 

“O curso de extensão em Arqueologia irá proporcionar uma formação continuada aos nossos discentes e demais interessados na área, trazendo estudos de caso que os ajudem a compreender o contexto de desenvolvimento das pesquisas arqueológicas no Brasil e mais especificamente no Maranhão”, pontuou a responsável pelo CPAHT, arqueóloga Danielly Morais Rocha Marques.

As visitas estimulam a importância da preservação e do conhecimento nas áreas de Etnologia, Arqueologia, Educação Patrimonial e Cultura Popular. Foto: Ascom/UEMASUL.

O CPAHT é um espaço destinado à pesquisa e preservação das culturas material e imaterial da região Sul Maranhense e tem o objetivo de incentivar e apoiar a produção e a difusão de conhecimentos nas áreas de Etnologia, Arqueologia, Educação Patrimonial e Cultura Popular.

 


Texto: Mari Marconccine
Fotos: Ascom/UEMASUL.
Assessoria de Comunicação UEMASUL


Política de uso
A reprodução de matérias e fotografias é livre mediante a citação da UEMASUL e dos autores. Fotos devem ser creditadas como Ascom UEMASUL e com o nome do fotógrafo.

 


SIGA A UEMASUL NAS REDES SOCIAIS

PRÓ-REITORIAS
UNIDADES ACADÊMICAS
CONHEÇA A UEMASUL

Campus Imperatriz

(99) 3525 7875
R. Godofredo Viana, 1300 – Centro
CEP: 65901- 480
Imperatriz-MA

Campus Açailândia

(99) 3538 4509
Rua Topázio, 100 – Vila São Francisco
CEP: 65930-000
Açailândia-MA

Campus Estreito

Av. Brejo do Pinto, S/N – Brejo do Pinto
CEP: 65975-000
Estreito-MA

Brasão UEMASUL.

Universidade Estadual
da Região Tocantina do Maranhão

CNPJ: 26.677.304/0001-81
Criada nos termos da Lei Nº 10.525 de 03/11/2016

Marca do Governo do Maranhão

© 2022 – Universidade Estadual da Região Tocantina do Maranhão. Todos os direitos reservados. Desenvolvido por SEATI MA.